top of page

Como praticar a sustentabilidade em casa

Sempre em pauta nas principais discussões, a sustentabilidade é um assunto cada vez mais importante à sociedade, ao considerarmos a gravidade de temas atuais como as mudanças climáticas, altos índices de poluição ou a escassez de água.




Portanto, é fundamental incorporar esse conceito nas práticas diárias, para fazer a diferença, mesmo que com as pequenas atividades, como reciclar o lixo, economizar água, luz e gás, assim como ter um consumo cada vez mais consciente de alimentos, vestimentas e produtos em geral. Com isso, preparamos algumas dicas para praticar a sustentabilidade em casa:


1) Usar lâmpadas energeticamente eficientes

Adotar lâmpadas que fazem uso da energia de um modo mais inteligente e econômico é uma medida simples e que, rapidamente, se nota a diferença. Além de ser um modo fácil e eficiente de aderir à sustentabilidade, com essa troca é possível ver os resultados refletidos mensalmente na conta de luz.


2) Manter uma alimentação consciente

Nem todos sabem, mas a produção da maioria dos alimentos consumidos pela população é um dos principais responsáveis pela perda da biodiversidade. Isso porque a criação de animais demanda muito espaço, tanto com relação ao pasto, quanto à produção de ração aos animais. A perda da área florestal decorrente disso é preocupante. Ainda, o gado emite gases de efeito estufa que contribuem com aproximadamente um quarto de suas emissões.


Sendo assim, podemos dizer que o consumo de alimentos de origem animal, como carnes e laticínios, que são a base da alimentação de muitas pessoas, impacta diretamente na natureza. Por isso, adotar uma dieta com a restrição desses produtos, como fazem os vegetarianos e os veganos, é uma forma de contribuir para a sustentabilidade do planeta.


Porém, como nem todos conseguem mudar radicalmente a alimentação, a redução do consumo desses alimentos já pode ser um grande passo. Basta provar pratos novos, de origem consciente, ou mesmo tirar esses alimentos de origem animal por um ou dois dias do cardápio da semana, para começar a fazer uma mudança de hábitos gradual.


3) Consumir com responsabilidade

Consumir menos sempre foi uma das principais regras para quem quer adotar a sustentabilidade para a vida. Afinal, tudo o que é consumido também absorve os recursos da natureza e muito ainda retorna ao meio ambiente em forma de poluição.


Outro ponto importante é prestar atenção nos fabricantes dos produtos consumidos. Existem empresas que, durante a fabricação de seus produtos, se preocupam em causar o menor dano possível ao planeta. Então, antes de comprar, é fundamental pesquisar e monitorar as empresas que estão fazendo a sua parte.


Mais uma dica valiosa para praticar a sustentabilidade em casa é consumir de produtores locais. Eles são a melhor opção hoje em dia, pois além dos produtos serem mais saudáveis e terem melhor qualidade, os produtores respeitam a natureza. Querendo ou não, as grandes plantações também acabam sendo um problema.

4) Reciclar sempre

Os recursos disponibilizados pela natureza não são inesgotáveis e, cada vez mais, consomem-se itens que em pouco tempo já não interessam mais. Assim, a reciclagem é outro passo essencial para colocar a sustentabilidade em prática. Além de reaproveitar o que seria descartado, contribui-se para que os recursos não se esgotem.


Existem diversas maneiras de fazer isso. A primeira é usar a criatividade para inovar dentro de casa. Com uma rápida pesquisa na internet, é possível encontrar diversas possibilidades de reaproveitar as coisas que não estão em uso e dar um novo significado a elas. Outra forma bem simples é separar o próprio lixo. A maioria das cidades conta com um sistema de coleta seletiva.


5) Praticar a compostagem

Vale lembrar que o lixo inorgânico não é o único que pode ser reaproveitado. O desperdício de comida é outro sério problema. Para piorar o cenário, o descarte inadequado de restos de alimento ainda é uma prática constante e pode ser danosa, em alguns casos. Isso porque o lixo orgânico também polui, uma vez que sua decomposição emite gases de efeito estufa e produz o chorume, que pode ser bastante tóxico.


Assim, é muito importante reaproveitar o lixo orgânico. A compostagem é uma ótima ideia, já que transforma em adubo os restos de alimentos que não podem mais ser utilizados. Já para aqueles que querem fazer esse processo sem sair de casa, ou que não possuem o espaço indicado para fazer a compostagem tradicional, a recicladora Terraform Kitchen é o produto ideal.


São máquinas especialmente criadas para reciclar lixos orgânicos, como sobras de refeições, folhas, legumes, cascas de frutas e carnes, de forma rápida e descomplicada. Basta colocar os resíduos e aguardar que sejam transformados em adubo, em ciclos curtos que variam de 4 a 12 horas. A decomposição dessas recicladoras é 100% livre de aditivos químicos, água e serragem.


Compactas, fáceis de manusear e de limpar, essas máquinas reduzem em até 90% o lixo orgânico em casa. Por conta do processo natural dessas recicladoras, os resíduos iniciais voltam à natureza, contribuindo com o meio ambiente. Super inovadoras e práticas, as recicladoras Terraform Kitchen se acomodam perfeitamente em qualquer espaço da cozinha, em ambientes grandes ou pequenos (2kg e 5kg).


A Terraform Kitchen é distribuída em todo país, sob encomenda e com frete calculado por região de entrega.


29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page